How to train your Dragon 2

Este é o segundo filme da saga “How to train your Dragon”, para ser sincera eu adorei o primeiro e fiquei reticente pois pensei que não teria como igualar, mas a verdade é que o segundo foi tão bom ou melhor que o primeiro. O que eu mais gosto nestes filmes é a realidade inerente. Não na parte dos dragões e tudo mais, mas na parte em que as coisas más acontecem de verdade e que são verdadeiramente más e que ao contrario de muitos outros filmes da Disney não deixam de ser más miraculosamente. Uma forma divertida de no meio de uma mundo de fantasia mostrar muito de realidade. Recomendo o filme para todas as idades pois na minha opinião a Disney é para todos.

See you soon, Ka.

Anúncios

Dear Kiera Cass,

DSCF0163First of all, you’re awesome, and where is another high five, not for you to thank me for reading your story, this time is for you giving me the pleasure of doing so…. Reading your saga “The Selection” has been an amazing adventure. I absolutely love every piece and bite, the mystery, the characters, the history, everything is so contagious, and I’m honestly addicted. One thing I need to tell you about myself is that I’m obsessed with books, but more important is that now I’m obsessed with your books.Thank you for giving me the gift of getting to know you through your words. Again, you’re awesome. *wink* . Besides thanking you, I’m also where to ask you to never stop writing and living in this incredible story. This is an adventure that I’m not ready to stop living.

With love, Me.

 

See you soon, Ka.

The One – Livro

DSCF0160

Sem dúvida o melhor livro de toda a saga. Apaixonante, intrigante e indomável. A mesma história com uma continuação surpreendente. “The One” é o ultimo livro da Trilogia “The Selection”, livro este que dá um final perfeito a toda a saga. Não posso deixar de referir que o que mais gosto na escrita de Kiera Cass é a surpresa a cada palavra, nada é previsível e ao mesmo tempo tudo se encaixa como um puzzle perfeito. Absolutamente inexplicável.

Citações favorita:

“It felt like there wasn’t enough of him, not enough skin or space or time.”

“Break my heart, break it a thousand times if you like. It was only ever yours to break anyway.”

“This isn’t happily ever after, it’s so much more than that.”

*Breve resumo sem spoiler

Fazer um resumo sem spoiler de um livro que se trata do terceiro de uma trilogia torna-se um pouco complicado. Mas, sem tentar desvendar tudo, este livro continua a história incrivelmente bem montada ao longo dos outros exemplares. A escolha de América Singer é inerente e o final para todos os problemas juntamente com a resposta para todas as questões é desvendado. Entre muitas surpresas, alguns acontecimentos completamente inesperados e muitos possíveis finais este livro é um final perfeito para toda uma bela história.

Post sobre o resto da saga:

The Selection

The Elite

See you soon, Ka.

Saramago…

tumblr_n3b0cb2Ise1ql137zo1_500

Sempre decidi o tipo de posts que faço no meu blog de acordo com o tipo de dicas ou recomendações que tenciono fazer. Em termos de livros e escritores, apesar de ler bastante sempre fui muito selectiva quanto aos livros dos quais iria falar no blog. Nunca pensei fazer um post sobre Saramago ou sobre qualquer um dos seus livros, sempre achei e ainda acho que gostar de Saramago tem os seus “quês” de controverso. Eu gosto de Saramago, gosto muito. Gosto da frieza dele, da dureza, da liberdade e da crueldade nua que usa a cada palavra que escreve. O prémio Nobel da literatura fez com os seus livros (pelo menos com os que li) algo que admiro bastante, escreveu sem medo, sem pensar na aprovação do leitor e muitas vezes tentando desagrada-lo ao ou gozar com a sua critica contaste. Concorde ou não o mundo, considero toda essa frieza um pouco admirável. Lembro-me de uma citação que li e reli interpretando continuamente a crítica ao leitor inerente a cada palavra.

“A resposta também é simples, e vamos dá-la utilizando um termo actual, moderníssimo, com o qual gostaríamos de ver compensados os arcaísmos com que, na provável opinião de alguns, hemos salpicado de mofo este relato,” – As Intermitências da Morte, José Saramago

Comecei a ler Saramago por obrigação e vejo-me agora a ler por prazer em sentir aquela amargura indescritível.

Os livro de Saramago que li até hoje foram os seguintes, se quiserem alguma review especifica de algum deles sintam-se à vontade para deixar nos comentários que terei todo gosto em partilhar o meu gosto pelas palavras de Saramago:

  • Memorial do Convento
  • Ensaio sobre a Cegueira
  • As Intermitências da Morte
  • A Viagem do Elefante
  • O conto da ilha Desconhecida

See you soon, Ka.

Maze Runner, Correr ou Morrer – Livro

Maze Runner, Correr ou Morrer é o primeiro livro de uma colecção de quarto de James Dashner. Decidi ler este livro porque irá sair o filme recentemente e o trailer fascinou-me. (Trailer aqui). Para ser sincera a escrita de James Dashner não foi algo que me agradou, uma constante repetição de ideias que se vai tornando um pouco aborrecida, mas enfim. Amei a história e apesar da escrita de James Dashner não ser algo que me agrade o livro em si e a história que conta compensa o resto.

Citação favorita: “Run like your life depends on it, because it does.”9789722348508

*Breve resumo sem spoiler

Este livro começa com Thomas, a personagem principal a subir num elevador metálico completamente desnorteado pois perdeu todas as suas memórias e só se lembra do próprio nome.  Thomas chega à clareira onde um monte de rapazes curiosos o esperam, todos eles passaram pelo mesmo que Thomas e tem a mesma falta de memória que ele. A clareira consiste num espaço amplo rodeado de murros gigantes que separam a clareira de um labirinto infernal. Este livro relata a luta, a procura, o mistério constante que envolve toda a clareira e todo o labirinto. (Não sei se o meu resumo foi explicativo mas deixo aqui o trailer do futuro filme que é bem esclarecedor TRAILER)

See you soon, Ka.

Looking for Alasca – Livro

04-resenha-de-livro-quem-e-voce-alasca

Antes de mais nada quero só sublinhar que este é um dos melhor livros de John Green. Estou neste momento num processo para terminar de ler todos eles (reviews sobre todos os outros aqui) e posso assegurar que este está entre os melhores dos melhores. É previsível que eu recomende qualquer um dos livros de John Green, mas a verdade é que este tem um gostinho especial. Foi um livro que mudou a minha perspectiva do “happy ever after” e que mostra que por vezes existem caminhos que não se podem evitar. Uma escrita brilhante, uma construção de personagens fenomenal, uma história evolvente e um enredo apaixonante. Um livro que se divide entre o Antes e o Depois, entre o que é possível ser mudado e o que marcará para sempre certas vidas.

Citações favoritas:

“You spend your whole life stuck in the labyrinth, thinking about how you’ll escape it one day, and how awesome it will be, and imagining the future keeps you going, but never do it. You just use the future to escape the present.”

“So I walked back to my room and collapsed on the bottom bunk, thinking that if people were rain, I was drizzle and she was a hurricane.”

“I go to seek a Great Perhaps. That’s why I’m going. So I don’t have to wait until I die to start seeking a Great Perhaps.”

*Breve resumo sem spoiler

Miles é um amante de últimas palavras, que decide mudar para um colégio interno e virar a própria vida de pernas para o ar na busca de um Grande Talvez. Neste novo colégio Miles conhece várias personalidades, entre elas Coronel, colega de quarto de Miles, Takumi, o rapaz raposa e Alasca, a rapariga mais bonita do Mundo. Alasca entra na vida de Miles sem pedir licença, vira tudo do avesso com a sua inteligência, com os seus mistérios e com a sua loucura, garantindo assim que para Miles iram existir sempre duas vidas, a vida pré-Alasca e a vida pós-Alasca.

See you soon.

The Elite – Livro

DSCF0158

Este livro é o segundo da Saga “The Selection series”, post com review do primeiro livro Aqui. Este foi sem dúvida um dos livros que esperei muito para ler e agora que o terminei mal posso esperar por devorar o terceiro livro da Saga, intitulado “The One”:  Como já falei anteriormente, as capas destes livros são incríveis, o que me fez crer conhecer a saga, mas agora que mergulhei no mudo que Kiera Cass criou não consigo deixar de arranjar razões para adorar estes livros.

Citação favorita: “It was almost comforting this mutual acceptance of our secrets.”

*Breve resumo sem spoiler

Continuando o processo de selecção que absorveu America no primeiro livro, agora com apenas 6 raparigas é formada então a Elite. Neste livro para além de todo o desenvolvimento entre America, Aspen e Maxon também existe um grande pedaço da história dedicada à sociedade, aos rebeldes e à formação de Íllea. Um desenrolar surpreendente, no qual, entre decisões e indecisões, entre verdades e mentiras, entre mal entendidos e segredos, muito do que vive nas sombras é revelado. “In the figth for love, only one can with.”

See you soon, Ka.

 

Taylor Swift – Shake it Off

Tenho de admitir que sempre gostas das músicas da Taylor Swift. Sim, gosta mais quando eram mais Country, mas apesar da evolução ainda não perdi o gosto. O novo single dela chama-se “Shake it Off” e foi lançado recentemente. Achei a música super viciante e não consigo parar de ouvir. O videoclip a princípio pareceu-me um pouco estranho mas com o passar do tempo fui percebendo a lógica e agora adoro.

See you soon, Ka.

Third Person – Filme

Third-Person-Movie-Poster-Images

Repleto de bons actores, complicado, intrigante e envolvente. Na terceira pessoa é um filme que relata várias histórias diferentes que aparentemente tem demasiadas coisas em comum. Este é um daqueles filmes que envolve mais do que uma sala de cinema, daqueles que o espectador leva para casa no bolso enquanto tenta desvendar tudo aquilo que ficou por dizer. Não é um filme para todos porque nem todos iram perceber todas as histórias que ele envolve, mas é um filme para quem procura as entrelinhas, para quem presta atenção aos pormenores, para quem tem a paciência de o desvendar no caminho para casa.

Trailer do filme 🙂

See you soon, Ka.

Tag – Meme escrito ❤

Antes de começar a responder à tag queria aproveitar para agradecer à Olivia do blog http://oliviaalves.wordpress.com/ por me ter indicado para responder à tag. Obrigada pelo carinho e pela indicação.

Regras da tag: 

  • Responder a estas 7 perguntas:
  1. Qual é o seu nome?
  2. URL do seu blog.
  3. Escreva: “A rápida raposa marrom pula sobre o cão preguiçoso”.
  4. Citação favorita.
  5. Música favorita (no momento).
  6. Banda/Cantor favorito (no momento).
  7. Diga o que quiser.
  • Indicar de 3 a 5 blogs para responderem à tag.
  • Responder a tag à mão!

Então deixo aqui todas as minhas respostas:

cats

Blogs que indico para responderm à tag:

See you soon, Ka.

The Nut Job – Filme

unnamed

Este é um filme de desenhos animados que fui ver outro dia. Eu gosto de desenhos animados, mas também devo dizer que não gosto de todos, só de alguns. Este filme, por exemplo, adore. As personagens são incríveis e a história é bem fora do comum e nem um pouco cliché.

O filme conta a história de um esquilo que é expulso do parque onde vivia após um acidente que destruiu todas as reservas de comida do parque. Após ser expulso do parque a personagem principal enquanto tenta sobreviver fora do parque tenta recolher o maior número de comida para o Inverno, tudo isto enquanto o resto dos animais do parque desespera com a falta de comida para o Inverno.

 Trailer do filme 🙂

See you soon, Ka.

Will Grayson, Will Grayson – Livro

will-grayson-will-grayson

Um livro de John Green e de David Levithan, Will Grayson, Will Grayson é sem dúvida uma obra que me deu prazer ler. Dois tipos de escrita semelhantes, mas em muitos aspectos completamente opostos. Gostei e como era de esperar recomendo. A minha personagem favorita é Tiny Coper, que apesar de não ter nada de “tiny” é sem dúvida um dos pequenos prazeres da leitura deste livro.

Citação favorita:  When things break, it’s not the actual breaking that prevents them from getting back together again. It’s because a little piece gets lost – the two remaining ends couldn’t fit together even if they wanted to. The whole shape has changed.”

*Breve resumo sem spoiler

Este livro conta a história de dois Will Graysons, o Will Grayson 1 e o outro Will Grayson, dependendo sempre do narrador que encontrarmos. Apesar de terem o mesmo nome estes Will Graysons tem pouco coisa em comum, até ao momento em que ambas as suas vidas se envolvem inesperadamente. Um encontro completamente aleatório, uma peça de teatro a princípio ridícula e muitas personagens de personalidades fortes, este é um livro que fala apenas e só da vida de dois Will Graysons diferentes.

See you soon, Ka. 

Os meus vernizes na Risqué

Imagem

Nota: *Para todos os meus viewers do brasil verniz significa esmalte.

Gosto muito dos vernizes da Risqué, não tenho muito para mostrar porque metade dos que eu tinha já terminaram. A verdade é que raramente são os vernizes que termino, não porque não gosto deles mas porque as embalagens a determinada altura torna-se impossíveis de utilizar, ou porque o pincel não chega ao fundo, ou porque o verniz seca antes do fim, enfim. A verdade é que nada disto acontece com os vernizes da marca Risqué, esses eu consigo usar até ao finalzinho e acho que vale super a pena. Na categoria Vernizes do blog tenho alguns posts em que mostro como uso alguns dos vernizes mencionados:

https://lifewithka.wordpress.com/category/vernizes/

Deixo aqui em baixo todas as informações sobre os vernizes que tenho:

  1. Risqué Niasi cremoso – Escarlate
  2. Risqué Rendas do Brasil – Renda Rendinha
  3. Risqué Niasi natural – Angélica

See you soon, Ka